Políticas da Conferência

Política de Acesso às Edições Anteriores

As apresentações que compõem as conferências atual e anteriores neste site são de acesso livre e estão disponíveis para leitura gratuitamente, em benefício de autores e leitores interessados.

 

17º CICLO DE PESQUISA EM ENSINO E EXTENSÃO EM JORNALISMO

17º CICLO DE PESQUISA EM ENSINO E EXTENSÃO EM JORNALISMO

EDITAL DE SUBMISSÕES

 

A Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo (Abej) convida professores, pesquisadores, jornalistas e estudantes para inscreverem trabalhos no 17º Ciclo Nacional de Pesquisa em Ensino e Extensão em Jornalismo, que ocorrerá de forma híbrida. Os autores poderão optar em apresentar de forma remota ou presencial.

 

1. INSCRIÇÃO DE TRABALHOS

1.1 Período para inscrição de trabalhos:

1.2 As inscrições de trabalhos devem feitas no endereço http://soac.abejor.org.br/?conference=21Enejor&schedConf=21Enejor&page=index até o dia 7 de março de 2022.

1.3 Data limite para divulgação do aceite: a divulgação do aceite será até (20/03/2022);

1.4 Será admitida a inscrição de trabalhos por autor(a) ou co-autor(a), com limite de um trabalho por GP ou GT, em qualquer das modalidades previstas no item 2 desta Chamada de Trabalhos.

1.5 Para os Grupos de Pesquisa aceitam-se autores graduados, mestres e doutores. Para o Grupo de Trabalho, destinado a estudantes de graduação e recém-graduados, deverão ser inscritos também um ou mais orientadores.

 

2. MODALIDADES E FORMATAÇÃO DOS TRABALHOS

2.1. Serão admitidos somente trabalhos completos, inscritos em um dos GPs ou GT de acordo com uma das seguintes modalidades:

2.2. Comunicação Científica: textos que apresentam resultados de pesquisa, apresentando textos que indicam relação entre teoria e prática ou exclusivamente teóricos.

2.2.1 Template da Comunicação Científica - Link:  https://abejor.org.br/wp-content/uploads/2022/02/Template-Comunicacao-cientifica-21o-ENEJor.docx

2.2.2 Tamanho: mínimo de 10 e máximo de 20 laudas.

2.3 Relato de Experiência: Textos que apresentam resultados de atividades práticas em projetos laboratoriais, atividades de extensão, atividades pedagógicas, metodologias de pesquisa, trazendo experiências desenvolvidas com  estudantes, professores ou comunidade.

2.3.1 Template de Relato de Experiência – Link: https://abejor.org.br/wp-content/uploads/2022/02/Template-Relato-de-Experiencias-21o-ENEJor.docx

2.3.2 Tamanho: mínimo de 4 e máximo de 7 laudas.

3. GRUPOS DE PESQUISA E DE TRABALHO

3.1 Os trabalhos podem ser inscritos nos seguintes grupos:

3.1.1 GP Atividades de Extensão: Ações de extensão com efetiva participação de estudantes e professores de jornalismo junto a diferentes segmentos sociais. Ações com vídeo, áudio, foto, texto e outras possibilidades abertas pela tecnologia que demonstrem o aprendizado dos estudantes e a interação universidade/sociedade. Relatórios e sugestões de atividades que possam ser compartilhadas entre os professores, realizadas com base na política nacional de extensão e nas políticas institucionais de extensão. Relatos que abordem a indissociabilidade ensino/pesquisa/extensão e reflexões que permitam ampliar a formação qualificada dos jornalistas.

3.1.2 GP Ensino de ética e de Teorias do Jornalismo: O ensino da ética e da deontologia do jornalismo no Brasil e no mundo. A formação acadêmica e sua influência no exercício ético do jornalismo. História do ensino da ética e da legislação da imprensa no Brasil e na América Latina. As fronteiras entre a ética profissional e a ética do sujeito social. Os conflitos morais enfrentados pelos profissionais diante dos problemas éticos vividos nas redações. 2. História do ensino de teorias do jornalismo. Estudos comparados de ensino de teorias do jornalismo. Ensino de teorias do jornalismo e de teorias da comunicação: oposição ou complementação. O lugar do objeto (jornalismo) e do sujeito (jornalista) no ensino de teorias do jornalismo e de teorias da comunicação. A articulação entre a teoria e a prática no ensino de teorias do jornalismo e da comunicação. O ensino de teorias do jornalismo e a questão da interdisciplinaridade, a função pública do jornalista, as novas linguagens e suportes tecnológicos, a democratização da comunicação e da sociedade, o direito à informação e à comunicação, a legislação e a organização profissional e institucional do jornalismo no Brasil e no mundo.

3.1.3 GP Produção Científica: O Grupo de Pesquisa Produção Cientítica abrange trabalhos de reflexão sobre atividades de pesquisa desenvolvidas por professores de jornalismo e pesquisadores e em orientação em outros processos de pesquisa desenvolvidos ou não com estudantes de graduação e pós-graduação. A pesquisa  também envolve projetos que objetivam promover o desenvolvimento da atividade jornalística de caráter aplicado. Projetos de pesquisa com foco em processos, procedimentos e atividades que promovam a qualificação do jornalismo e do ensino de jornalismo. A pesquisa se torna um instrumento valioso para aprimorar qualidades desejadas em um profissional de nível superior.

3.1.4 GP Produção Laboratorial – Eletrônicos e Impressos: Experiências e experimentações acadêmicas que discutam ensino e prática em diferentes suportes, quer sejam rádio, TV, cinema, fotografia, impressos e as amplas possibilidades nas mídias impressas, eletrônicas e digitais além da combinação entre eles. Apresentação de produções “pilotos” de inovação na área da produção acadêmica. Trabalhos que discutam tendências e legitimidade, impactos de tecnologias, interface entre impressos e demais suportes de mídia, planejamento gráfico, novas linguagens para diferentes suportes, experiências em jornais-laboratório, estudos de caso em veículos impressos ou digitais. A interdisciplinaridade na composição de produtos jornalísticos e a convergência entre as plataformas jornalísticas.

3.1.5 GP Projetos Pedagógicos e Metodologias de Ensino: Abordagens e aplicações de projetos pedagógicos dos Cursos de Jornalismo, na sua totalidade ou em partes; problematização da aplicação das diretrizes curriculares, dos eixos temáticos; instrumentais teóricos e práticos nas matrizes curriculares. Metodologias de ensino para disciplinas, áreas, projetos e programas dos Cursos de Jornalismo.

3.1.6 GT Pesquisa na Graduação (exclusivo para estudantes de Jornalismo): O Grupo de Trabalho Pesquisa na Graduação abriga trabalhos de estudantes de graduação em Jornalismo e, também, de recém-graduados (até um ano após a conclusão do curso), com foco em processos, procedimentos e formação do  jornalismo. É um espaço de reflexão sobre atividades desenvolvidas no âmbito da graduação, sejam de iniciação científica, de pesquisas derivadas de trabalhos de conclusão de curso (TCC), discussões teórico-práticas relativas a ações de extensão, a produtos jornalísticos, a projetos e artigos finais de disciplinas cursadas na graduação.


4. AVALIAÇÃO E SELEÇÃO

4.1. Comunicações Científicas: as comunicações científicas serão avaliadas pela coordenação do GP e GT e por pareceristas ad hoc e, se não preencherem os requisitos de formato e rigor científico, serão recusadas.

4.2. Relatos de Experiência: os relatos serão avaliados pelo coordenador do GP e GT e por pareceristas ad hoc, quando necessário, e serão recusados se não atenderem aos requisitos mínimos para a modalidade de trabalho.

 

5. APRESENTAÇÃO DO TRABALHO

5.1. O trabalho só poderá ser apresentado (em qualquer hipótese) pelo(a) seu/sua respectivo(a) autor(a), admitindo-se a apresentação coletiva no caso de trabalho produzido em co-autoria;

5.1.2 No Grupo de Trabalho Pesquisa na Graduação o trabalho deverá ser apresentado exclusivamente por estudantes de graduação ou recém-formados

5.2. Os autores poderão optar em apresentar os trabalhos de forma remota ou presencialmente.

5.3 Nos casos em que o autor submeter trabalhos em mais de um grupo é de responsabilidade do mesmo administrar possíveis conflitos de horários nas apresentações.

5.4 É obrigatória a inscrição e pagamento de todos os autores e coautores para o caso de trabalhos coletivos. Caso um dos coautores indicados no texto não realize a inscrição, o trabalho, caso seja aceito, não poderá ser apresentado e não constará nos anais do evento.

5.5 Autores ou coautores que não participarem da apresentação não receberão certificado de participação no Ciclo Nacional de Pesquisas em Ensino e Extensão em Jornalismo.

5.6 Trabalhos aceitos não apresentados não serão publicados nos anais do evento.

 

6. CERTIFICADOS

6.1 Terá direito ao certificado de expositor(a) em GP (máximo de um por pessoa em todo evento) somente o(a) autor(a) que efetivamente tiver apresentado o seu trabalho no respectivo GP.

6.2 O certificado será emitido conforme a modalidade de trabalho apresentado: Comunicação Científica e Relato de experiência com o respectivo título do trabalho apresentado.


7. PRAZOS E VALORES DAS INSCRIÇÕES

7.1 As inscrições dos trabalhos serão recebidas no prazo acima especificado e a inscrição (obrigatória) do autor no evento deve ser feita no Soac (http://soac.abejor.org.br/?conference=21Enejor&schedConf=21Enejor&page=index) e o pagamento pelo site da ABEJ (https://abejor.org.br/loja/), com os seguintes valores:

7.1.1 Até o dia 31/03/2022:

Professores e profissionais – R$ 150,00.

Estudantes de Pós-Graduação: R$ 50,00;

Estudantes de Graduação: R$ 30,00;

Associados da Abej com a anuidade em dia: gratuita.

7.1.2 A partir de 01/04/2022

Professores e profissionais – R$ 170,00.

Estudantes de Pós-Graduação: R$ 80,00;

Estudantes de Graduação: R$ 50,00;

Associados da Abej com a anuidade em dia: gratuita (*) - (**).

*anuidade até 31/03/2022 - R$ 150,00

** Anuidade a partir de 01/04/2022 - R$ 170,00

 

 

Diretoria Científica

Associação Brasileira de Ensino de Jornalismo